Polícia Civil de Alto Paraíso cumpre mandados de prisão referente ao homicídio de médico do EB

Na tarde do dia 31/10/2018, os policiais da Delegacia de Polícia de Alto Paraíso desencadearam a Operação Excutiat  ou, em português, “desentocar”. Os agentes cumpriram mandados de prisão em desfavor dos principais suspeitos do assassinato de Gabriel Costa Lima.

A vítima deste crime brutal era médico e tenente do Exército Brasileiro e foi para a região da Chapada dos Veadeiros conhecer os pontos turísticos no feriado do dia 12/10/2018. Durante a sua estadia na cidade, a vítima foi assassinada de maneira cruel, com indícios de execução, tendo sido encontrada na estrada vicinal de uma conhecida cachoeira deste município, após uma festa que ocorrera no local.

De posse das informações iniciais, a delegada titular de Alto Paraíso de Goiás, dra. Maria Isabel Pires Ramalho, comandou as investigações policiais e, após intensas diligências, chegou até os principais suspeitos da barbárie perpetrada contra o jovem médico do Exército Brasileiro, sendo os suspeitos presos por força de mandado judicial na tarde do dia 31/10/2018.

A Dra. Maria Isabel enaltece e agradece o empenho de todos os policiais envolvidos nesta complexa investigação, que integrou diversos órgãos da Polícia Civil do estado de Goiás no sentido de prestação de apoio logístico e operacional para que as investigações fossem exitosas, notadamente ao Delegado Regional de Formosa, Dr. Jandson Bernardo da Silva, que prestou todo o auxílio necessário para o sucesso da operação supramencionada e acompanhou de perto todo o trabalho desenvolvido no sentido de se esclarecer o crime envolvendo o homicídio de Gabriel.

A Delegacia de Polícia de Alto Paraíso ressalta que continuará empreendendo diligências no sentido de concluir a investigação para solucionar o caso e encontrar todos os envolvidos no crime outrora perpetrado contra o médico.

 

Ocorrências Políciais is Stephen Fry proof thanks to caching by WP Super Cache