Bispo interventor de Formosa pede para não testemunhar em julgamento

20180522200009937232i

O bispo Paulo Mendes Peixoto, interventor em Formosa (GO), pediu à Justiça a liberação da participação dele como testemunha do julgamento de Dom José Ronaldo e outros párocos . O julgamento está agendado para 9 de agosto. 

O religioso alega sigilo de ofício para a dispensa em juízo. “O conhecimento de qualquer situação que envolva qualquer dos réus se deu no âmbito do desempenho das funções canônicas a ele confiadas, sendo tais informações revestidas de sigilo de ofício”, diz o documento anexado ao processo pelo advogado Lucas Furtado, representante legal de Paulo Mendes. O bispo evoca um acordo internacional assinado entre o Brasil e a Santa Sé como justificativa da recusa.  

Além disso, o documento informa que Dom Paulo Mendes não poderá comparecer à data indicada “pois possui um compromisso inadiável em sua Arquidiocese de origem, Uberaba, que durará dos dias 1º a 15 de agosto do corrente ano”. O juiz ainda deve decidir se acata ou não o pedido da testemunha. Dom Paulo Mendes foi arrolado no rol de testemunhas por Dom José Ronaldo. 

Dom Paulo Mendes Peixoto está<-a>responsável pela Arquidiocese de Formosa desde 21 de março, quando o responsável pela região, Dom José Ronaldo, foi preso na Operação Caifás, que investiga desvio de dízimo em Formosa (GO). Ele foi designado pelo papa Francisco para gerir a Diocese goiana durante o período em que Dom José Ronaldo estiver afastado. Antes de assumir a intervenção, Paulo Mendes era bispo visitador da diocese. 

Quando assumiu, Paulo Mendes se mostrou preocupado com os desafios que enfrentaria, mas também se dizia otimista, com esperança e confiança. “Nesse dia, 21 de março, o Papa Francisco, ele me nomeou administrador apostólico da Diocese de Formosa, no estado de Goiás. Fico feliz pela confiança, mas, ao mesmo tempo, preocupado com os desafios que, certamente, terei que enfrentar naquela diocese. Ainda não conheço nada daquela realidade, a não ser o que tem sido transmitido pelos meios de comunicação”, afirmou, à época.

 

Fonte: Correio Braziliense<-a>

Fechado para comentários.

Ocorrências Políciais is Stephen Fry proof thanks to caching by WP Super Cache