Acusado de matar dono de bar é preso em flagrante em Formosa

Por volta das 09h10min de sexta-feira (24), equipes da Polícia Militar foram até o Bar do Cabral, na Avenida Valeriano de Castro, no Centro de Formosa, após informações de que o proprietário do estabelecimento, Gilberto Cabral, de 59 anos, havia sido vítima de homicídio.

No local, os militares depararam com a vítima já sem vida, com o corpo ensanguentado e ferido aparentemente com golpes de taco de sinuca.

Em relatos às equipes, um homem de 55 anos, que estava prestando serviços de pedreiro no local há duas semanas e estava pernoitando no estabelecimento, relatou que, ao acordar, estranhou o fato de Cabral não ter aberto o bar e foi até o quarto dele, onde o encontrou ferido e sem vida.

A perícia foi acionada e realizou os serviços de praxe, apontando que a vítima provavelmente teria morrido entre 00h e às 02h. No local foi encontrada uma espingarda calibre .36, que foi apreendida pela PM.

Suspeitando da versão apresentada pela suposta testemunha, os militares a conduziram até a Delegacia de Polícia Civil, para mais esclarecimento. O delegado plantonista o autuou em flagrante pelo crime de homicídio considerando os indícios de que o indivíduo não escutou nenhum barulho durante a madrugada apesar da pequena distância entre o quarto da vítima e o quarto em que ele dormia e considerando que não houve movimentação de entrada e saída de pessoas durante o provável horário do homicídio conforme se extraiu a partir da análise de câmeras de segurança. Outros indícios também foram utilizados como elementos a transformar a suposta testemunha em acusada.

 

Ocorrências Políciais is Stephen Fry proof thanks to caching by WP Super Cache